SAIBA O QUE VEM DE LÁ.


Dos que salgam a veia não se apavoram
Dos que dragam o rio sangue não demora.
Dos que urgem a noite
Presente lhes apetece
Para todo desejo
Nada se padece

Deseje o que faz bem...
... ou depois recorra a mim também.
(Coisas de um Noh-Noh velho... Haha)