Singeleza mágica.


A vontade é maior, para mim, do que a vida. Não é o tempo vivido em si que me importa, mas a intensidade de poder ser eu. Isso, em nada, subestima a alma.