Colares, vértebras e bijoux...


É o gosto do fel que liberta as mágoas. Os invejosos, não. Estes degustam a própria língua.