Ar doçante. (Sem Remix II)


O meu assombro é o de acordar ainda lúcido diante de tanta insanidade noturna.