O mantra dos dias inteiros. (Opium)


  • eu quero me encher de espaços
    e receber o abraço de dias sãos
    quero acordar mais cedo e ser o primeiro
    a respirar o sopro de um dia inteiro
    enquanto o vento que sopra em todas as direções
    abrem as portas da percepção
    e quero me embebedar de mim mesmo
    empolgar-me com meus delírios
    assumir a cor do novo
    e transformar o que jaz em tempo
    quero reviver grandes idéias
    e fazê-las memória viva
    sorrir das bobagens faladas
    das imagens pensadas
    e, das lembranças que ficam,
    assenta-las em cadeiras de trono real
    quero o recheio do bolo
    a gema do ovo
    o sussurro de todo silêncio que faz
    quero reaprender o caminho
    e faze-lo de ninho para os momentos de paz
    eu quero poetizar o dia
    sentir a maresia
    o frio
    o calor
    a gota
    a alegria
    da repetição do que "om mani padme hum" traz




    Om Mani Padme Hum está associado ao bodhisattva da compaixão - Avalokiteshvara. Nesse mantra, Om representa a presença fisica de todos os buddhas; Mani, que em sanscrito significa joia, simboliza a joia da compaixão de Avalokiteshvara, capaz de realizar todos os desejos; Padme significa lótus, a bela flor que nasce no lodo; do mesmo modo, devemos superar o lodo das negatividades e desabrochar as qualidades positivas e Hum, representando a mente iluminada. (fonte: namaste beautiful people)

  • Para meu irmão, Luís Carlos Sousa, o cara do "feeling à flor da pele".