I left my soul there... (I lost control here.)

  • Há uma simplicidade na vida que estranho. São tantas coisas engatadas na estratégica vaidade que, quando paro, parece que não sobrou resenha daqueles livros de imaginação, Verne.
  • Minha criatividade tem 3 etapas: a que eu recriei, a que criaram achando que era eu e a que eu criei (nos outros).
  • Tenho percebido que afiei meu faro para personalidades. Acabei confirmando que os mais passionais são os mais alopradamente personificados.
  • E por falar em personificação, que todo amor seja possível. Até aquele que tem que ficar enjaulado na minha criatividade estratégica, recriada e passional. *rs

    (imagem: a criativa arte de diane arbus)